terça-feira, 15 de novembro de 2011

Domingo no Pier - Capítulo 7


 No domingo, Mandy acordou, se arrumou e desta vez, ela foi até a casa de Jason. Chegando lá, também era uma casa grande, ele também tinha verdinha hahaha. Os pais dele foram muitos simpáticos. "Se minha mãe estivesse aqui, ela diria 'Seriam ótimos sogros, não é mesmo Mandy?' Ai, as vezes minha mãe me irrita." pensou Mandy, mas eles eram fofos mesmo, igual ao filho. Depois disso, eles foram até o pier de Santa Mônica, ali tinham barracas de comida e de jogos, era tipo um festival, também chamado "Carnival". A, tinha uma roda gigante enorme. Então Mandy foi em uma barraca de acertar ao alvo e ela errou na primeira vez.
arri
- Ai que droga, errei!
- Calma, deixa eu te ajudar. - Disse Jason colocando o seus braços nos braços de Mandy e seu rosto encostado no rosto dela. Ele tinha um perfume gostoso. Ele apontou com a arma que Mandy estava segurando e levemente apertou o dedo dela que estava no gatilho, e ele acertou! Por isso eles ganharam um ursinho enorme, que, claro, Jason deu para Mandy. Depois eles foram até a roda gigante, e já estava escuro e eles ficaram bem la no alto, um do lado do outro.
- Uau, que vista linda!
- É mesmo muito linda.
- Nós estamos bem alto, da até um medinho.
- Nossa! A garota que não tem medo de nada com medo de altura? Essa é nova.
- Ai seu idiota, não é medo meedo, mas da um friozinho na barriga. Olha, minha mão ta tremendo. - Disse Mandy mostrando uma das suas mãos. Foi quando Jason pegou e segurou a mão de Mandy colocando o seus dedos entre os dedos dela e disse:
- Deixa que disso eu cuido, do meu lado você nunca terá medo. -Naquele instante, Mandy ficou quieta olhando a mão que ele estava segurando. O estranho é que realmente o medo tinha passado, ela se sentia segura do lado dele.
- Posso te fazer uma pergunta?
- Claro
- Por que você me trata assim? Por que realmente se importa comigo?
- Por quê? A, porque eu gosto de você, gosto do seu jeito de ser, de pensar, de ver o Mundo. Também gosto do jeito que você joga a sua franja pra trás, do jeito que você anda, gosto do seu coração. - Mandy deu um lindo sorriso e ele a retribuiu com outro. Depois eles saíram da roda gigante e já estava escuro e frio.
- Nossa, está ventando aqui.
- Aqui, pega a minha jaqueta.
- Não não, não precisa.
- Precisa sim vai, para de ser convencida e pega a jaqueta.
- Mas você não está com frio?
- A, eu aguento.
- Mesmo mesmo?
- Mesmo mesmo.
- Então ta bom. Se precisar pede viu?
- Ta bom, agora veste.
- Pronto, obrigada.
- Magina, agora vamos que já está tarde.
- Ta bom papai hahaha - falou Mandy fazendo voz de criancinha para zoar com Jason. Assim foram cada um para a sua cada  e como de costume, Anne ligou para Mandy contar tudo oque aconteceu, e apesar de tudo, Mandy estava achando que estava caindo na dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário